Aminoácidos

Aminoácidos e proteínas. Qual é a relação entre eles? De forma simplificada podemos dizer que os aminoácidos formam a estrutura das proteínas que estão presentes em nosso organismo. Por isso, são essenciais para o corpo humano. As proteínas são feitas a partir da junção de moléculas de aminoácidos. Todas essas moléculas de aminoácidos são responsáveis pela criação de cerca de 100.000 proteínas diferentes. Elas se unem através de ligações peptídicas para formar as proteínas.

As células precisam produzir proteínas, e isso somente é possível devido a presença de aminoácidos, que podem ser fabricados pelo próprio organismo ou podem ser obtidos a partir da alimentação. Há 20 tipos diferentes de aminoácidos, sendo estes divididos em dois grupos: naturais e essenciais.

Os aminoácidos naturais, ou não essenciais, como também são conhecidos, são produzidos pelo próprio organismo. Do total de 20 aminoácidos, o organismo animal somente produz 12. São eles: glicina, alanina, serina, histidina, asparagina, glutamina, cisteina, prolina, tirosina, arginina, ácido aspártico e ácido glutâmico. Já os vegetais produzem os 20 aminoácidos. Por outro lado, os aminoácidos essenciais são aqueles que não são produzidos pelo corpo, mas são fundamentais na fabricação das proteínas. São eles: triptofano, lisina, leucina, fenilalanina, valina, treonina, isoleucina e metionina. Os aminoácidos essenciais são obtidos a partir da ingestão dos alimentos, como leite, queijos, ovos, carne, cereais, grãos, legumes e soja.

Além dos aminoácidos naturais e essenciais, também é possível obter proteínas através de suplementos. Os esportistas e atletas são os que mais consomem os suplementos, já que os níveis de aminoácidos diminuem durante a realização de exercícios físicos, na medida em que os músculos os vão utilizando como fonte de energia. Assim, com os suplementos os níveis de aminoácidos são mantidos, não havendo, portanto, utilização das suas próprias proteínas nem perda de massa muscular.

A importância dos aminoácidos é tanta no nosso organismo que se um deles faltar, não serão produzidas milhares de proteínas essenciais à vida, provocando, portanto, sérios danos à saúde. Individualmente, os aminoácidos possuem funções e vantagens específicas, mas estas também podem ser combinadas. Uma das funções é a construção de tecido do corpo. Eles também são capazes de influenciar na concentração, na atenção e no sono, na agressividade e no seu humor.




Vale lembrar que não há qualquer alimento que contenha todos os aminoácidos, por isso, para conseguirmos a quantidade de aminoácidos necessária ao organismo, basta ter uma alimentação balanceada e diversificada.

Os aminoácidos são importantes em todas as fases da vida, porém em determinadas épocas, as proteínas e os aminoácidos são mais necessários. Isso acontece durante a adolescência, quando há reparação de tecidos, depois de uma lesão ou doença ou durante treinos exigentes e de resistência.

Suplementos de aminoácidos

Além de conseguir os aminoácidos necessários para o bom funcionamento do organismo através dos alimentos, há quem opte por adicionar à sua dieta os suplementos de aminoácidos. Eles são importantes na reposição de nutrientes, fibras, vitaminas, minerais, aminoácidos e ácidos graxos. Esses compostos e produtos à base de aminoácidos são mais procurados por esportistas e praticantes de atividade física, como a musculação e fisiculturismo, por exemplo. Isto porque os suplementos são considerados produtos que trazem muitos benefícios para quem faz exercícios intensos, como ganho de força e massa muscular. Além do mais, eles têm como funções ajudar no reparo, crescimento e desenvolvimento do tecido muscular.

Os suplementos não são indicados para qualquer pessoa e deve se levar em conta as características de cada um. Ou seja, quem tem desgaste físico moderado talvez não precise do suplemento, já que uma alimentação adequada, balanceada, diversificada e saudável pode ser suficiente. Por isso, a primeira alternativa é sempre obter os aminoácidos através de alimentos proteicos, de origem animal ou vegetal. Mas, se não for possível conseguir através da alimentação, então a utilização de suplementos pode ser recomendada. No entanto, é preciso cuidado na ingestão de suplementos para que não se ultrapasse o nível máximo de ingestão tolerável, pois o excesso pode causar efeitos adversos à saúde.

suplementos-aminoacidos

Mas quem treina forte e pega pesado, como os atletas, pode necessitar de um pouco mais de energia e proteína, diferentemente de quem não pratica esporte e leva uma vida sedentária, por isso os suplementos podem ser recomendados. Mesmo porque eles necessitam ingerir uma quantidade considerável de proteína ao longo do dia, e se isso não acontece, irão precisar de uma suplementação, evitando assim o estado catabólico (para obter os aminoácidos que necessita o corpo degrada a massa muscular, processo chamado de catabolismo muscular). E nesse caso, se o atleta apresentar um quadro de deficiência proteica, o seu desenvolvimento muscular e o seu rendimento físico podem ser comprometidos. No entanto, a indicação deve ser individualizada, levando em conta as características de cada atleta e o tipo de treinamento desenvolvido.

É muito fácil encontrar suplementos alimentares à venda, basta entrar em uma loja de comida saudável e de fitness, e às vezes até em algumas academias, para encontrar uma grande variedade de produtos. Em algumas lojas, há inclusive, pessoas que ajudam os potenciais clientes a decidir que tipo de suplemento é mais indicado para o seu caso. Também são vendidos na internet e pela televisão.

Apesar de todos os benefícios dos suplementos de proteínas que são alardeados pelos fabricantes, é importante ressaltar que ninguém deve comprar e tomar suplementos por conta própria. É preciso que um profissional qualificado indique se você pode ou não inserir os suplementos em sua dieta, já que se forem consumidos de forma inadequada podem ser prejudiciais à saúde. Mesmo porque cada produto tem características próprias e, ao ser ingerido na quantidade errada ou então o produto não ser confiável em termos de qualidade, pode haver problemas.

Tipos de suplementos com Aminoácidos

Os suplementos com aminoácidos não são indicados para qualquer pessoa, e nem possuem as mesmas características e os mesmos nutrientes. Confira a seguir os tipos de suplementos de amionácidos que são facilmente encontrados em produtos à venda em lojas, na televisão e até na internet.

  • BCAA – Os aminoácidos BCAA (cadeia ramificada) compõem-se de leucina, valina e isoleucina. São essenciais para a construção dos músculos, reparação de tecidos, para o transporte de oxigênio pelo corpo e para o aumento de energia nas células musculares. São importantes para qualquer programa nutricional esportivo.
  • L-Arginina – Estudos mostram que a arginina desempenha vários papéis no corpo. Uma de suas características principais é ser a precursora do óxido nítrico (NO2), composto que ajuda na circulação do sangue no cérebro, coração, pulmões e nos órgãos genitais de homens e mulheres.
  • L-Glutamina – Glutamina é o aminoácido mais abundante no tecido muscular. Ele ajuda o corpo a se proteger contra as perdas excessivas de tecido muscular, por isso o esgotamento da glutamina pode causar perda muscular e uma baixa na função imunológica. Promove o crescimento muscular. Em períodos de estresse, a glutamina é dilacerada nos músculos quando são realizados exercícios intensos e no treinamento com peso.
  • Amino Líquidos – Proteínas em versões líquidas. Rápida absorção. Tem como função a proteção e reconstrução das fibras e o desenvolvimento da massa muscular magra. Ideais para serem ingeridos antes e depois da atividade física.
  • Aminoácidos Combinados em Tabletes – Ajudam na reparação, no crescimento e no desenvolvimento do tecido muscular, e na produção de mais de 50 mil proteínas e 15 mil enzimas.
  • Packs – Suplemento que combina macro e micronutrientes. Fornece vitaminas, minerais, aminoácidos essenciais, carboidratos e, alguns deles, fornecem ácidos graxos essenciais e energizantes. Ideal para complementar a dieta e aumentar o ganho de massa muscular, energia, força e performance.

Comente através do Facebook