Uma frutinha originária das montanhas do Tibete está causando um grande alvoroço mundo afora. Popularizada por estrelas como Madonna, Britney Spears e Mick Jagger, ela é tida como um alimento milagroso. A novidade, que já chegou ao Brasil, é chamada de Goji Berry e está sendo considerada o mais novo superalimento.

Como qualquer novidade, a Goji está cercada de verdades e mitos. Preparamos um artigo completo, com tudo o que você precisa saber sobre Goji Berry: seus benefícios, as verdades, as mentiras e como consumir a fruta na sua dieta.

Goji é mesmo um superalimento?

Vamos começar entendendo por que a goji berry é considerada um superalimento. A frutinha está integrada na alimentação de povos asiáticos há milênios. A própria medicina chinesa integra a goji berry em seus tratamentos. Tudo isso por causa da enorme variedade de vitaminas, aminoácidos, ácidos graxos insaturados, minerais, polissacarídeos e antioxidantes.

Ao todo, são 19 aminoácidos, 21 minerais (é rica em ferro), 22 polissacarídeos e fitoquímicos (luteína e zeaxantina se destacam), além de uma alta concetração de beta-caroteno (vitamina A), vitaminas do complexo B (B1, B2 e B6) e vitamina E. Pra completar, é a fruta que mais contém vitamina C (mais que a laranja!).

Toda essa riqueza e variedade certamente traz benefícios para nossa saúde. Os aminoácidos ajudam a formar proteínas, os minerais como ferro, germânio e cálcio conferem propriedades anticancerígenas, os polissacarídeos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, o triptofano faz bem para o sistema nervoso e o cyperone faz bem ao coração e pressão arterial.

A goji berry ainda apresenta substâncias que liberam o hormônio do crescimento, possui agentes anti-inflamatórios e a cereja do bolo, propriedades antioxidantes.

Goji Berry é antioxidante e fonte rica de vitamina C

A goji berry carrega uma incrível variedade de nutrientes, mas seu maior destaque são suas propriedades antioxidantes e concentração de vitamina C.

Quando falamos em antioxidantes, a primeira coisa que vem à mente é prevenção do envelhecimento precoce. Mas os antioxidantes trazem mais benefícios, como propriedades anticancerígenas e prevenção de vários problemas de saúde, como doenças cardiovasculares e inflamatórias, distúrbios imunológicos, do sistema neurológico e da visão.

O ácido graxo (linoleico) ajuda na redução do colesterol ruim (LDL), enquanto os aminoácidos ajudam na produção de proteínas, responsáveis por combater a flacidez e enrijecer nossa musculatura.

Outro grande atrativo da goji é sua concentração de vitamina C. Segundo estudos publicados no American Journal of Clinical Nutrition, cada 100 gramas da fruta contêm 2 gramas de vitamina C. Já 100 gramas da versão desidratada da goji contém 2500 miligramas de vitamina C, ou seja, 50 vezes mais que uma laranja. Só essa quantidade enorme de vitamina C já justificaria o consumo diário de goji berry.

A nutricionista Lenycia Neri, diretora da Nutri4Life, em uma pesquisa de 2008 publicada no Journal of Alternative and Complementary Medicine, a nutricionista Lenycia Neri mostra que consumir regularmente a goji aumenta nosso nível energético, ajudando nos exercícios físicos e melhorando a concentração e o sono. Segundo ela, você acorda mais disposto, menos cansado e menos estressado.

Goji Berry não emagrece

Como qualquer coisa que prometa milagres, a goji berry não está livre de mitos. Muita gente tem falado que a frutinha emagrece, mas isso não é comprovado. Pra começo de conversa, a goji é bem calórica: 100 gramas possui 256 calorias. A goji até pode conferir saciedade para a pessoa, mas seria preciso comer muito da frutinha! Ou seja, não é bem assim.

A única verdade nessa história de emagrecer é a vitamina C. Um estudo da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas sem níveis adequados de vitamina C no organismo tinham mais dificuldade de emagrecer. Outra coisa que pode ajudar é o efeito estimulante e energético da goji, que pode auxiliar na prática de exercícios. Fora isso, a frutinha sozinha não vai deixar ninguém mais magro.

Benefícios da Goji Berry

Fizemos uma lista com todos os benefícios que a gojy berry pode trazer para sua saúde:

  • Propriedades antioxidantes: retarda o envelhecimento precoce
  • Fortalece o sistema imunológico: concentração alta de vitamina C ajuda a produzir glóbulos brancos e aumenta a quantidade de anticorpos
  • Ajuda sua visão: além de possuir carotenoides, ajudando na saúde dos seus olhos, suas zeaxantinas melhoram o funcionamento da retina
  • Proteção para a pele: pessoas mais susceptíveis aos raios ultravioletas são beneficiadas pelas propriedades de fotoproteção dos carotenoides
  • Anticancerígena: estudos indicam que os polissacarídeos da goji podem suprimir a propagação de células cancerígenas
  • Ajuda a prevenir doenças cardiovasculares: vitaminas C, E e A ajudam a eliminar o colesterol ruim e aumentam seu efeito antioxidante, prevenindo problemas cardíacos
  • Bom para seu cérebro: a goji conta com ácidos graxos essenciais para a síntese de hormônios que regulam o funcionamento do sistema nervoso e do nosso cérebro. As vitaminas do complexo B e suas propriedades antioxidantes contribuem ainda mais para prevenir problemas neurológicos
  • Combate celulites: o beta-sisterol presente na goji conta com ação anti-inflamatória, o que ajuda a combater e prevenir celulites
  • Mais disposição: com alto valor energético, a goji te deixa mais disposto. Você dorme melhor, se sente melhor e com mais energia no dia-a-dia. Como contém triptofano (precursor da serotonina), confere sensação de alegria, bom humor e bem-estar
  • Prevenção da diabetes: estudos indicam que a goji pode ajudar na prevenção da diabetes. Seus polissacarídeos podem produzir um efeito hipoglicemiante significativo, melhorando a glicemia de jejum e níveis de colesterol e triglicérides

Como consumir Goji Berry

Como vimos, são muitos os benefícios que a goji berry podem trazer para sua saúde. É possível comprar a goji berry desidratada ou em forma de cápsulas. Dá pra achar a fruta em seu estado normal (in natura), mas é bem mais difícil, já que ela é importada da Ásia ou Europa – o que faz ela ser bem carinha também. Prefira a frutinha desidratada mesmo (seca). Você vai achar em lojas de produtos naturais e empórios. Farmácias de manipulação vendem as cápsulas.

Integre a goji em sua dieta diária. Para aproveitar seus benefícios, o recomendado é consumir entre 15 a 45 gramas, ou 120 ml de seu suco por dia.

Como a frutinha é pequena, dá pra misturar com vários outros alimentos. Já que é uma ótima fonte de energia, muitos nutricionistas recomendam consumir a goji no café da manhã. Pode misturar no iogurte ou na salada de frutas. Dá até pra bater com sucos.

Uma dica importante se você for consumir a goji desidratada, é ingerir com líquido, como água ou mesmo misturada em um suco, pois assim o líquido hidrata as fibras, potencializando seu efeito.

Nota: O consumo de goji berry pode interferir no uso de medicamentos. Por isso, para quem faz uso regularmente de medicações, não é recomendável consumir a fruta, principalmente quem toma diariamente remédios para o controle glicêmico e de pressão arterial, além de medicações para trombose ou anticoagulantes.

Goji sozinha não faz milagre

Não custa nada lembrar: nenhum alimento que promete uma penca de benefícios vai conseguir fazer o trabalho sozinho. O ideal é integrar a goji em sua dieta de maneira equilibrada. Não adianta consumir um balde da frutinha, isso só vai prejudicar a sua saúde: excessos sempre ocupam lugar de outros alimentos benéficos. Vários alimentos já ocuparam o posto de superalimentos: quinoa (ajuda nos efeitos da TPM), tomate (anticancerígeno) e mirtilo (ajuda o sistema nervoso, melhora a memória) são bons exemplos.

Por isso, tenha sempre em mente que é bom para a saúde consumir tais alimentos, mas eles sozinhos não farão a diferença. Eles apenas ajudarão, principalmente se você mantiver hábitos saudáveis, como uma alimentação adequada e a prática regular de exercícios físicos.

Comente através do Facebook