Você já deve ter ouvido falar em sal marinho, mas e em flor de sal? É fácil confundir os dois, já que eles são provenientes da água do mar, mas existe uma grande diferença. O sal marinho é obtido através da evaporação da água do mar, sendo facilmente produzido. Já a flor de sal conta com um processo totalmente artesanal para ser produzido.

Na verdade, flor de sal são cristais encontrados na superfície da água do mar. A “colheita” da flor de sal é feita em salinas, onde se retira uma fina camada desses cristais da superfície. Os cristais nunca tocam o fundo da água e após o delicado processo manual de retirada da água, ele é vendido direto ao consumidor, sem passar por nenhum processamento posterior, como refinamento com adição de química. Por isso a flor de sal conseguiu títulos como “sal mais puro do mundo” e “caviar marinho”.

O nome flor de sal foi dado pois se olharmos no microscópio, os cristais tem um formato de flor. A flor de sal é cara, mas tenha em mente que a cada 80 quilos de sal marinho que uma salina produz, apenas 1 quilo de flor de sal é obtido através da coleta dos cristais da superfície. Esses cristais são postos para secar ao sol, para adquirirem uma crocância ainda maior.

Benefícios e uso da flor de sal

A flor de sal é riquíssima em minerais que fazem bem para a saúde, como zinco, ferro, iodo, magnésio, potássio, cobre e cálcio. Além de contar com esses minerais essenciais, ainda possui mais de 80 oligoelementos presentes na água do mar, que também contribuem para um bom equilíbrio do nosso organismo.

A vantagem sobre o sal refinado é óbvia, já que a flor de sal é um produto artesanal e não passa por nenhum processo de industrialização, por isso não recebe nenhum aditivo químico. Além disso, não recebe nenhuma lavagem após sua colheita, evitando assim eliminar nutrientes ricos, como plancton e restos de animais marinhos que também contêm vários minerais.

Porém, é preciso tomar cuidado. A flor de sal também possui sódio como qualquer outro sal, por isso deve ser consumida com moderação, como fazemos com o sal refinado. A recomendação diária de cloreto de sódio ou sal de cozinha é de 5g.

Bom, com isso você já sabe então que flor de sal não é um sal comum. Sendo assim, não deve ser usado para temperar a comida que vai ao fogo. Como ele é natural, altas temperaturas podem acabar com suas propriedades benéficas, além de retirar a crocância que confere aquele toque sofisticado a este tipo de sal. Ele deve ser usado para temperar os pratos prontos. Depois que a comida estiver no prato, pegue um pouco de flor de sal com a mão e pulverize os alimentos. Ele vai conferir um sabor de sal mais acentuado, além de deixar o prato com um visual bonito.

Tenha em mente que o sabor da flor de sal é bem mais acentuado do que o do sal refinado, por isso o recomendado é usá-lo em menos quantidade para temperar seus pratos e destacar o sabor dos alimentos. É quase como um “glutamato monossódico” natural, pois realmente realça o sabor dos alimentos.

Sendo assim, o melhor é cozinhar sem sal e adicionar a flor de sal à comida já pronta, ou diretamente nos pratos. Ele pode ser usado em qualquer prato. Além de ajudar a alcançar um excelente sabor, a flor de sal ainda contribui para deixar os pratos com uma aparência mais elegante. Por isso é muito utilizado por chefs em restaurantes.

Para comprar a flor de sal, procure em supermercados mais sofisticados, lojas de produtos naturais ou em empórios. Pode ser mais caro que o sal comum, ou mesmo do que o sal marinho, mas certamente é mais saboroso e possui mais benefícios para sua saúde.

Receitas com flor de sal

Salada de brotos com flor de sal e flores

Ingredientes:

broto de alfafa (200 gramas)
broto de nabo (200 gramas)
broto de bambu (500 gramas)
amor-perfeito (4 unidades)
capuchinhas (4 unidades)
mini-rosas (4 unidades)
óleo de abacate (60 ml)
raspa da casca de 2 limões galegos
flor de sal a gosto

Como preparar:

Arrume os brotos sobre um prato ou travessa da forma que desejar. Em seguida, decore com as flores. Parar temperar, utilize as raspas das cascas de limão, o óleo de abacate e a flor de sal.

Lasanha verde com flor de sal

Ingredientes:

molho de espinafre
massa de lasanha (500 gramas)
palmito picado (300 gramas)
creme de ricota (250 gramas)
palmito picado (300 gramas)
muzzarela (200 gramas)
1 xícara de leite
2 colheres (sopa) de maisena
2 dentes de alho socados
1 cebola média picada
Flor de Sal a gosto após o preparo

Como preparar:

Depois de lavar o espinafre, pique e refogue na cebola e no alho, acrescentando o leite e o creme de ricota. Depois de pronto, tire da panela e bata no liquidificador com a maisena. A mistura deve ficar com aspecto de um creme. Retorne esse creme batido para panela, juntando o palmito e mexendo até ficar cremoso. Faça camadas com a massa de lasanha, muzzarela e o creme verde, finalizando com creme. Leve ao forno por 20 minutos. Após ficar pronto, adicione a Flor de Sal a gosto.

Brigadeiro com flor de sal

Ingredientes:

chocolate em pó (40 gramas)
leite condensado (395 gramas)
manteiga extra com sal (20 gramas)
chocolate granulado (para decorar, 4 gramas)
flor de sal (2 gramas após o preparo)

Como preparar:

Deixe o leite condensado em fogo baixo, adicionando a manteiga e o chocolate. Mexa sem parar até dar o ponto (observe quando desgrudar da panela). Retire do fogo e só então adicione a flor de sal. Mas não exagere, o objetivo é dar um toque sofisticado ao brigadeiro, e não salgá-lo 😉

Depois disso, unte uma forma e coloque o brigadeiro. Para fazer as bolinhas, unte as mãos com manteiga. Depois das bolinhas prontas, passea-as no chocolate granulado para decorar.

Fonte das receitas: Cimsal

REFERÊNCIAS

http://publicacoes.cardiol.br/consenso/2010/Diretriz_hipertensao_associados.pdf

Comente através do Facebook