Comer é bom, mas comer demais é um problema. Ganhamos peso, aparecem aquelas gordurinhas indesejadas, as roupas param de caber, a saúde fica mais debilitada… Complicado! Talvez você esteja engordando por conta de uma compulsão alimentar.

A compulsão alimentar aparece na vida de muita gente, principalmente por conta do estresse do dia a dia. Nervosismo, angústia, ansiedade, tudo pode ser um gatilho para que a compulsão alimentar apareça e se instale.

Até mesmo períodos de dieta mais intensa podem disparar essa compulsão por comer, a ansiedade traz aquela vontade de sair comendo tudo que está na geladeira, para logo depois de saciada a pessoa se sentir muito triste, com uma sensação de descontrole sobre o ato de se alimentar. O certo é comermos de três em três horas, não de três em três minutos.

Esse distúrbio pode até ser diagnosticado por médicos especialistas, mas não há remédios específicos para curar o problema, apenas tratamentos para tentar controlar a compulsão. Um dos maiores aliados são chás, que podem ajudar a combater essa vontade louca de comer. Se utilizadas corretamente, algumas ervas podem ajudar a controlar e saciar vontade desenfreada de comer.

Conheça os chás quem combatem a compulsão a alimentar

Os chás mais comuns para combater a compulsão alimentar são os de camomila, passiflora, mulungú, erva de São João, java, dente-de-leão, hibisco, alecrim, melissa, chá verde e garcinia. Na verdade, o ideal é misturar algumas dessas ervas para ter um efeito conjugado, já que cada uma desempenhará uma ação no organismo. O mulungú, por exemplo, tem propriedades antioxidantes. Misture com outras ervas, como hibisco, que regula o colesterol e é anti-inflamatório, java, que combate a obesidade, garcínia, que ajuda a regular a gordura e dente-de-leão, que combate doenças crônicas e diabetes.

Se quiser ficar mais calmo, que tal misturar passiflora, que combate a ansiedade e nervosismo, com a erva de São João, que é antidepressivo e calmante? Ou então, misture todas essas ervas em um grande coquetel harmoniso, pois certamente fará bem para seu organismo e sistema nervoso.

Ferva a água, coloque um pouquinho de cada uma delas e depois coe, tomando apenas o líquido dessa benéfica fusão. Caso não consiga beber o chá sem açúcar, tente usar mel ou então um adoçante menos agressivo, como à base de sucralose. Claro que tomar o chá só uma vez não vai surtir os resultados desejados. Tem que ser um ritual regular. O ideal é tomar pelo menos uma xícara três vezes ao dia, por um bom período (de 1 a 3 meses). Além de a pessoa ficar mais calma e relaxada, o chá trará saciedade e ajudará a controlar a compulsão alimentar.

As propriedades dos chás:

Erva de São João – é um calmante natural que ajuda a relaxar e ainda tem propriedades antidepressivas.

Garcínia – ajuda a inibir o acúmulo de gorduras pelo organismo e ainda ajuda a controlar a fome, por isso seu chá é um ótimo aliado nas dietas.

Mulungú – suas propriedades antioxidantes já são conhecidas, mas essa erva ainda ajuda o sistema nervoso acalmando os nervos e regulando os batimentos cardíacos. Não é indicada para quem tem pressão alta e já toma medicamentos, pois causa sonolência.

Hibisco – Ajuda a controlar o colesterol e tem propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e expectorantes. Rico em vitamina C, o hibisco ajuda o sistema imunológico. Como é diurético, pode ajudar a regular a pressão arterial. Porém, não é indicado em caso de problemas cardíacos.

Dente-de-Leão – estimula as glândulas linfáticas, tem ação anti-inflamatória, ajuda no tratamento de artrites e diabetes. Também combate doenças hepáticas.

Passiflora – outro calmante natural, a passiflora ajuda a relaxar e ainda possui propriedades analgésicas.  Ansiedade, depressão, nervosismo, problemas na concentração e até sintomas da TPM são tratados por esse chá. Como é relaxante muscular, ajuda muito na hora de dormir.

Java – tem o famoso efeito de ajudar a controlar a fome, diminuindo a compulsão alimentar. Por conta disso a erva é usada em dietas e para controlar a obesidade.

Kawa-kawa – além de ajudar a combater a depressão, é um ótimo relaxante muscular.

Macela – ajuda o funcionamento do sistema nervoso e é sedativa, ajudando a relaxar e dormir.

Jasmim – seus efeitos calmantes ajudam a diminuir a tensão e reduzir o estresse.

Alecrim – bom para o coração o alecrim ainda ajuda o organismo a se recuperar, combatendo fraqueza e cansaço.

Tília – esse anti-inflamatório ajuda a melhorar gripes e resfriados, além de ser utilizado para amenizar enxaquecas.

Capim-cidreira e capim-santo – têm propriedades analgésicas e diuréticas.

Valeriana – acalma e modera o apetite, facilitando uma boa noite de sono.

Fazendo seu chá para controlar a compulsão alimentar

Agora que você já conhece um pouco das ervas, está na hora de preparar seus chás. Aqui vão algumas dicas de combinações que podem surtir efeitos potencializados, mas nada impede que você experimente e faça seus chás favoritos.

Observação: o modo de preparo é igual para todos os chás. Depois de ferver 1 litro de água, pegue um pouquinho de cada uma dessas ervas e despeje na água quente. Tampe e espere cerca de 15 a 20 minutos em infusão para coar e tomar.

Chá para compulsão alimentar:

  • Hibisco
  • Garcínia
  • Mulungú
  • Erva de São João
  • Dente-de-leão
  • Java
  • Passiflora

Alternativa:

  • Kawa-kawa
  • Macela
  • Flor de Jasmim

Chá para animar e dar um up:

  • Hipérico
  • Erva de São João
  • Macela
  • Alecrim

Chá que ajudam a parar de comer doces:

  • Hibisco
  • Macela
  • Capim-cidreira ou Capim-santo
  • Garcínia

Chá para relaxar e dormir bem:

  • Tília
  • Macela
  • Camomila
  • Valeriana

Comente através do Facebook